Você está em:

Notícia

Coisas que nossos alunos com deficiência gostariam que toda a comunidade acadêmica soubesse!


12
Março 2019

Você sabia que a UNICID possui um Núcleo de Acessibilidade?

O NAce garante que todos os alunos possam ter acesso à experiência universitária — e que, independente de qualquer questão, ela seja completa e de qualidade!

Assim, o Núcleo desenvolve atividades que promovem a conscientização, criação e implementação de práticas de inclusão de pessoas com deficiência na instituição.

> Conheça mais do trabalho do NAce clicando aqui

E nossos alunos e egressos que contam/contaram com o suporte do NAce durante a graduação se juntaram para compartilhar com a comunidade acadêmica alguns pontos. Olha só:

1 – A Libras não é ruim, ruim é ter preconceito. Surdos não sabem falar bem? Muitas pessoas também não sabem LIBRAS.
Erik Honorato Nunes, aluno do curso de Ciências Biológicas, surdo.

2 – Não nos chame de surdo-mudo.
Caio Luiz Carvalho da Silva, surdo, aluno do curso de Pedagogia.
(Vale ressaltar: nem toda pessoa surda, é também muda. As impossibilidades de ouvir ou falar não possuem conexão).

 

Aline Maria da Silva e Katarina da Cruz M. de Carvalho

 

3 – Pessoas com deficiência não têm limitações. O limite é SEMPRE a falta de conhecimento.
Diego Justino de Souza, aluno do curso de Engenharia Mecânica, surdo.

4- Ouvimos e sentimos a verdade da pessoa apenas na fala, podemos ouvir as coisas mais simples do mundo, que poucos conseguem.
Katarina da Cruz Martins de Carvalho, aluna do curso de Direito, cega.

5 – Eu tenho orgulho de ser surda, não preciso de padrão, consigo ser eu mesma.
Jéssica de Lemos Amorim Matos, aluna de Gestão de Recursos Humanos, surda.

 

Diego Justino de Souza

 

6 – Acessibilidade na UNICID derruba barreiras e faz tudo ser possível.
Laline Souza dos Santos e Talita Manzano Marçola, aluna e egressa do curso de Pedagogia, surdas.

7 – É preciso respeitar os surdos e saber que eles utilizam a língua de sinais.
Aline Maria da Silva, aluna do curso de Pedagogia, surda.

8 – Os surdos são inteligentes como os ouvintes, só tem problema auditivo. Somos todos seres humanos, somos todos iguais.
Fabrícia Alves, aluna do curso de Design Gráfico, surda.

 

Gabriela de Jesus Rótulo, Caio Luiz Carvalho da Silva e Talita Manzano Marçola

 

9 – Não é porque tenho déficit de atenção que não sou capaz de conquistar um diploma e realizar os meus sonhos.
Gabriela de Jesus Rótulo, aluna do curso de Pedagogia, possui Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade.

10 – Surdos não ouvem os sons, mas sentem as vibrações com emoção.
Ana Paula Sousa Santos, egressa de Recursos Humanos, surda.