Impacto Acadêmico e Social


O contexto regional no qual o Programa se insere – Zona Leste do município de São Paulo – configura um cenário permeado de desafios que interferem nos mecanismos de gestão das instituições de ensino, impondo a necessidade de novas modalidades de atendimento no que se refere ao desenvolvimento de profissionais da educação, com vistas a aperfeiçoar e reorganizar práticas de gestão e processos formativos em instituições de educação.

 

Acrescente-se que esse contexto adverso exige que programas de pós-graduação reestruturem suas dinâmicas pedagógicas frente à necessidade de atender de forma mais equânime o perfil de alunos ingressantes e das mudanças impostas pelo mundo do trabalho.

 

O Mestrado Profissional em Formação de Gestores Educacionais vem recebendo desde seu início, em agosto de 2015, alunos com formações, experiências e trajetórias profissionais diferentes: professores, diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos da educação básica; membros de equipes técnicas de secretarias de educação e supervisores de ensino; profissionais que trabalham em instituições privadas de ensino superior (coordenadores de cursos de graduação, professores de cursos de pós-graduação lato sensu, diretores de faculdades isoladas, professores do ensino superior de diversas áreas do conhecimento); técnicos e professores da educação profissional tecnológica; educadores que trabalham em movimentos populares de educação.

 

Exatamente na pluralidade da trajetória de formação e de experiências profissionais de alunos e de professores é que residem os desafios, mas também a amplitude na exploração de temas inovadores que permitem à área construir e investigar problemas mais inquietantes e revestidos de significado para o desenvolvimento de profissionais da educação, assim como das instituições de ensino e órgãos gestores.

 

Nessa direção, o Programa de Mestrado Profissional Formação de Gestores Educacionais busca levantar e sistematizar problemas vivenciados no cotidiano de trabalho de escolas, universidades e órgãos centrais, como ponto de partida para a instauração de um processo formativo no qual os pós-graduandos se reconheçam protagonistas, discutam, reflitam e (re) inventem práticas de gestão, investidas de sentido e significado.

 

Os professores que compõem o corpo docente do Programa de Mestrado Profissional em Formação de Gestores Educacionais têm inserção acadêmica e social, comprovadamente reconhecidas. Neste último campo, ministram palestras, minicursos e oficinas de trabalho, para equipes de gestão de unidades escolares – diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos – professores e técnicos da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, assim como de Secretarias Municipais de Educação e Organizações Governamentais sem Fins Lucrativos.

 

Muitas dessas atividades são um desdobramento de pesquisas e estudos voltados à análise de condições de trabalho, assim como de proposições interventivas no campo da gestão, proporcionando a construção de subsídios para a reorganização das práticas profissionais no âmbito das organizações educativas.

 

Impacto Acadêmico e Social